Notícias


20/03/2018 - Central de Radioterapia recebe volto de aplauso da Câmara

 
A Câmara de Vereadores de Araçatuba aprovou por unanimidade na sessão desta segunda-feira, Voto de Aplauso à Central de Radioterapia, unidade do Serviço de Tratamento Oncológico da Santa Casa de Araçatuba. A moção foi apresentada pelo vereador Carlos Santana, o Carlinhos do Terceiro DP (Solidaridade) em reconhecimento da " tecnologia, capacitação dos médicos, enfermeiros e equipes de apoio; e principalmente o atendimento humanizado que é oferecido aos pacientes que fazem tratamento nesta unidade".
 
A maioria dos vereadores usou a tribuna para enaltecer os serviços oferecidos pela unidade que  tem como coordenador técnico, o médico radio-oncologista Caio Marcelo Jorge. Dentre os discursos, o propositor da homenagem  destacou que  “em sua trajetória, o Centro de Radioterapia de Araçatuba tem demonstrado ser imprescindível à melhoria da qualidade de vida dos pacientes acometidos do sofrimento oriundo desta nefasta doença, através do trabalho de excelência desenvolvido para a população araçatubense e de toda a região”.
 
A sessão foi prestigiada por gestores dos vários segmentos do hospital e pelos médicos Caio Marcelo Jorge (radio-oncologista da Radioterapia, Fábio Navarro (cirurgião urológico) e Sérgio Samolentzov (diretor técnico). A diretoria foi presentada por Carlos Joaquim Rodrigues(provedor), , Carlos Benício Castelo Branco (pelo presidente do Conselho Deliberativo); a suplente de diretoria Maria Helena de Paula Morais; e o conselheiro fiscal Juvenal Pazian.
 
Integra do REQUERIMENTO N.º 5/2018
 
Senhor Presidente:
 
CONSIDERANDO que segundo dados do Instituto Nacional de Câncer (INCA), a incidência de novos casos de câncer vem crescendo, e que, de acordo com estudos, terá um crescimento de 50% até 2030 em todo o mundo;
considerando que o referido Instituto também aponta que no período 2016/2017 surgiram 600 mil novos casos, bem como que as mortes por câncer passarão de 8,2 milhões a 13 milhões por ano; 
 
considerando que essa tendência está acompanhada pelo aumento e envelhecimento da população e pela adoção de hábitos de risco, como o uso do tabaco e de álcool, conforme indica o informe da Agência Internacional para a Pesquisa do Câncer (Iarc) e a Organização Mundial da Saúde (OMS): “O maior impacto será registrado nos países com menores recursos, muitos dos quais mal equipados para enfrentar este aumento dos casos de câncer”, declarou Margaret Chan, diretora da OMS;
 
considerando que grande parcela das pessoas vitimadas pelo câncer são de baixa renda, dispondo de poucos recursos;
 
considerando que após mais de 6 anos da desativação do antigo serviço de Radioterapia, Araçatuba contava apenas com uma bomba de cobalto para tratamento com radiações ionizantes;
considerando que em agosto de 2012 iniciou-se o desenvolvimento da logística de atendimento, cujo objetivo maior foi dinamizar o fluxo operacional, integrando as bases de controle de qualidade e segurança, além de contemplar a humanização dos pacientes que ali passariam a ser atendidos; 
 
considerando que a Santa Casa de Misericórdia de Araçatuba inaugurou em março de 2013 a sua nova estrutura, com a aquisição de um Acelerador Linear de fótons e elétrons, assim como o setor de Braquiterapia; 
 
considerando que o Centro de Radioterapia de Araçatuba, sob a responsabilidade técnica do Dr. Caio Marcelo Jorge, Médico Rádio-Oncologista, conta com uma equipe primária composta por recepcionistas, auxiliar administrativo, corpo de Enfermagem, técnicos de Radioterapia e corpos médico e físico;
 
considerando que esses profissionais têm se destacado no exercício de suas funções, isso graças ao brilhante trabalho desenvolvido nessa equipe qualificada e motivada em levar profissionalismo e humanização, objetivando a melhoria da qualidade de vida do ser humano;
 
considerando que a equipe tem como premissa, em seu treinamento, acompanhar todas as etapas pelas quais passam os pacientes e seus colegas de trabalho dentro da estrutura, desde a recepção até a sua dispensa após as aplicações diárias de radioterapia, fazendo com que todos interajam e compreendam a logística setorial em prol da otimização das relações internas;
 
considerando que o conhecimento sobre os processos internos de trabalho no Centro de Radioterapia de Araçatuba consiste numa etapa importante da humanização, pois  integra o colaborador com a realidade do paciente, ajudando-o a desenvolver uma melhor percepção sobre as suas necessidades, refinando as informações e orientações prestadas, segundo as diretrizes de ação;
 
considerando que, dentro deste aprimoramento, grande parte dos pacientes auxilia com informações valiosas sobre o andamento do setor, utilizando-se da Ouvidoria Hospitalar, da Ouvidoria Interna do setor e, a mais útil delas, através de conversas francas entre os pacientes e os responsáveis do setor que apuram fatos, a fim de solucionar algum problema ou dificuldade envolvendo o atendimento ou tratamento;
 
considerando que o Centro de Radioterapia de Araçatuba, através de médicos e colaboradores voluntários, com total apoio da direção da Santa Casa de Misericórdia, foi palco, entre 2014 e 2107, de quatro eventos para rastreio precoce de câncer de próstata, sendo todos voltados ao Novembro Azul, denominados “A Santa Casa vai te dar um Toque”, com uma média de mais de 200 homens participantes, que contou com exames de sangue e de toque retal e palestras educativas, beneficiando-se a população masculina;  
 
considerando que com o advento do Acelerador Linear de fótons e elétrons, a Santa Casa de Misericórdia de Araçatuba, através de modernos softwares, viabilizou os  planejamentos conformacionais 3D, que conferem maior qualidade e precisão dos tratamentos com teleterapia, passando a ser o principal centro da região a oferecer tratamento, com energia de elétrons, de tumores de pele; 
 
considerando que o setor de Braquiterapia possibilitou o tratamento de tumores ginecológicos em mulheres de toda a região, que outrora eram tratadas em outras localidades, como Barretos, valorizando-se a saúde da mulher de nossa região;
 
considerando que há uma preocupação contínua com os controles de qualidade e segurança dos procedimentos, que são rotineiramente conferidos dentro de um plano estratégico de proteção radiológica, supervisionado por físicos especializados em radioterapia que integram a equipe;
 
considerando que a aquisição do Acelerador Linear trouxe consigo um sistema de Gerenciamento Digital, que sinaliza e alerta situações que possam não estar em conformidade com as necessidades do tratamento no momento da aplicação da radiação, ampliando-se, assim, a segurança da radioterapia; 
 
considerando que a tríade do tratamento oncológico é formada pela Quimioterapia, que responde por cerca de 70% de todos os tratamentos de câncer,  pela Cirurgia Oncológica, que responde por cerca de 50%, e pela Radioterapia, que responde por cerca de 60%, sendo que os tratamentos podem ser isolados ou combinados de acordo com cada caso;
 
considerando que o Centro de Radioterapia de Araçatuba finalizou o ano de 2013 tratando cerca de 50 pacientes por dia, tendo finalizado 2017 tratando uma média de 90 pacientes por dia;
 
considerando que o Centro de Radioterapia de Araçatuba é responsável pelo tratamento oncológico em uma região com população estimada em 750 mil pessoas, pertencente à Divisão Regional de Saúde II (DRS II);
 
considerando que, em sua trajetória, o Centro de Radioterapia de Araçatuba tem demonstrado ser imprescindível à melhoria da qualidade de vida dos pacientes acometidos do sofrimento oriundo desta nefasta doença, através do trabalho de excelência desenvolvido para a população araçatubense e de toda a região.
 
REQUEREMOS, ouvido o Plenário na forma regimental, seja consignado em ata dos nossos trabalhos legislativos um Voto de Aplauso ao Centro de Radioterapia de Araçatuba, pelo grande trabalho realizado na área da saúde em Araçatuba e toda a região, e que deste nosso ato seja dada ciência ao homenageado, na Rua Floriano Peixoto, n.º 869, Vila Mendonça.
 
Sala das Sessões, 16 de janeiro de 2018
CARLINHOS DO TERCEIRO
VEREADOR – Solidariedade
 
Compartilhe: