Notícias


- Polícia Civil e grupo de voluntários doam mais de R$ 22 mil para CTO da Santa Casa

Transcrito de: www.regionalpress.com.br

A Polícia Civil em Araçatuba em parceria com o grupo de voluntários “Posso Ajudar” realizaram uma festa com Flash Back com o objetivo de arrecadar fundos para o CTO (Centro de Tratamento Oncológico) da Santa Casa de Araçatuba. O grupo já realizou uma série de eventos beneficentes, e desta vez escolheu o CTO da Santa Casa.

De acordo com o diretor clínico da Santa Casa, Sérgio Smolentzov, explicou que está em andamento uma campanha iniciada por voluntários, para arrecadação de recursos visando a aquisição de um tomógrafo que será exclusivo para atender a demanda de pacientes em tratamento de câncer.

Uma das responsáveis pelo grupo de voluntários, Neusa Aparecida de Freitas Santana, explicou que recentemente passou por um tratamento contra um câncer e saiu curada. Mesmo tendo um plano de saúde e ter passado por tratamento particular, ela fez todo o procedimento de radioterapia no CTO da Santa Casa, onde 90 % dos pacientes são atendidos pelo SUS.

Convivendo diariamente com a rotina no hospital ela passou a ver as dificuldades encontradas pela Santa Casa e a excelência no atendimento prestado tanto no particular quanto pelo SUS. Ela decidiu mobilizar o grupo na tentativa de dar uma colaboração na campanha para arrecadação de recursos para compra do tomógrafo. O CTO da santa Casa é referência para pacientes de 40 municípios da região. No geral a Santa Casa de Araçatuba realiza 500 mil atendimentos por ano, sendo mais de 80% pelo SUS, índice que no CTO se aproxima dos 90%.

Para realizar a festa do Flash Back inicialmente a previsão era para 500 pessoas, mas como houve muita mobilização, foram vendidos 615 convites. Um dos organizadores foi o policial civil Carlinhos Santana, que é vereador em Araçatuba e marido de Neusa. Ele explica que para a realização da festa houve um esforço conjunto entre policiais civis e o grupo Posso Ajudar.

A arrecadação total líquida com a festa foi de R$ 22.855,48, entregues nesta quinta-feira à diretoria da santa Casa, com a presença de voluntários, policiais civis e diretoria do hospital. Para a direção do hospital, além do valor arrecadado, o gesto voluntariado do grupo e da Polícia Civil tem um valor inestimável e acaba servindo de inspiração para ações neste sentido

A Polícia Civil em Araçatuba em parceria com o grupo de voluntários “Posso Ajudar” realizaram uma festa com Flash Back com o objetivo de arrecadar fundos para o CTO (Centro de Tratamento Oncológico) da Santa Casa de Araçatuba. O grupo já realizou uma série de eventos beneficentes, e desta vez escolheu o CTO da Santa Casa.

De acordo com o diretor clínico da Santa Casa, Sérgio Smolentzov, explicou que está em andamento uma campanha iniciada por voluntários, para arrecadação de recursos visando a aquisição de um tomógrafo que será exclusivo para atender a demanda de pacientes em tratamento de câncer.

Uma das responsáveis pelo grupo de voluntários, Neusa Aparecida de Freitas Santana, explicou que recentemente passou por um tratamento contra um câncer e saiu curada. Mesmo tendo um plano de saúde e ter passado por tratamento particular, ela fez todo o procedimento de radioterapia no CTO da Santa Casa, onde 90 % dos pacientes são atendidos pelo SUS.

Convivendo diariamente com a rotina no hospital ela passou a ver as dificuldades encontradas pela Santa Casa e a excelência no atendimento prestado tanto no particular quanto pelo SUS. Ela decidiu mobilizar o grupo na tentativa de dar uma colaboração na campanha para arrecadação de recursos para compra do tomógrafo. O CTO da santa Casa é referência para pacientes de 40 municípios da região. No geral a Santa Casa de Araçatuba realiza 500 mil atendimentos por ano, sendo mais de 80% pelo SUS, índice que no CTO se aproxima dos 90%.

Para realizar a festa do Flash Back inicialmente a previsão era para 500 pessoas, mas como houve muita mobilização, foram vendidos 615 convites. Um dos organizadores foi o policial civil Carlinhos Santana, que é vereador em Araçatuba e marido de Neusa. Ele explica que para a realização da festa houve um esforço conjunto entre policiais civis e o grupo Posso Ajudar.

A arrecadação total líquida com a festa foi de R$ 22.855,48, entregues nesta quinta-feira à diretoria da santa Casa, com a presença de voluntários, policiais civis e diretoria do hospital. Para a direção do hospital, além do valor arrecadado, o gesto voluntariado do grupo e da Polícia Civil tem um valor inestimável e acaba servindo de inspiração para ações neste sentido

 

Compartilhe: