Notícias


01/04/2019 11:00:33 - Segurança do Trabalho capacita grupo hospitalar  de brigadistas de incêndio 

O Serviço de Segurança do Trabalho capacitou 290 colaboradores para integrar a Brigada de Incêndio da Santa Casa de Araçatuba, grupo formado por pessoas previamente treinadas para realizar atendimento em situações de emergência. A formação das brigadas é obrigatória em empresas e instituições, conforme preconiza a Norma Regulamentadora 23 do Ministério do Trabalho e Emprego e a Instrução Técnica 17/2014, do Corpo de Bombeiros do Estado de São Paulo.

O treinamento dos novos brigadistas e reciclagem dos que já atuam há vários anos foi realizado no período de 18 a 21 de março. Todos os serviços do hospital e de empresas terceirizadas foram representados com no mínimo um brigadista.  De acordo com o técnico de Segurança do Trabalho, Elvis Nei Vicentin, o hospital sempre cumpriu esta obrigatoriedade e mantem em cada ala vários brigadistas que estão capacitados para multiplicar as informações sobre procedimentos de combate a incêndios e instruções gerais sobre a comunicação do sinistro e rotas de fuga.

“O combate ao foco inicial de incêndio será sempre a prioridade, para evitar que se alastre pelo prédio. Por se tratar de um prédio que abriga pacientes acamados e muitos graves, cuja mobilidade em escoamento será sempre dificultada, o brigadista hospitalar precisa estar preparado para combater o principio de incêndio”, explicou Vicentin.
Para que essa prioridade possa ser cumprida de forma eficiente, os brigadistas aprenderam sobre a função, manuseio e uso correto dos extintores de incêndio.

O conteúdo do treinamento também priorizou informações sobre como identificar as classes de incêndio e manuseio prático de hidrantes. Os participantes também assistiram vídeos sobre os maiores incêndios ocorridos no país e de treinamento em caso de incêndio em hospitais.

Principais instruções:
 Dar prioridade de evacuação do local pela “torre nova” do hospital.

 Risco de queda com funcionário em escadas, utilizar sempre o corrimão.

Não utilizar os elevadores.


Comunicar-se rapidamente com a telefonista do hospital relatando o fato. (disque 9)

Conhecimento e identificação das classes de incêndio(teoria do fogo),
sendo elas; classe A, classe B e classe C, todas demonstradas em prática
pelo Técnico, classificando assim cada classe de incêndio ao tipo de
extintor adequado a ser usado.

 Localização e pratica quanto ao uso correto do extintor, retirada do lacre,
acionamento do gatilho entre outros.

Dimensionamento das respectivas “chaves de segurança” dos locais
(posicionadas na portaria de serviço)

Orientações sobre autocontrole em situações de risco.

Compartilhe: